Nº 1288 ano 2018
Data:

Principal 16ª Semana de Luta Antimanicomial


2º Fórum de Saúde Mental faz parte de programação

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial é celebrado em 18 de maio e foi instituído para marcar as mobilizações em torno do fechamento de manicômios, a mudança do modelo de cuidado realizado junto aos pacientes.

Por: Divulgação
15/05/2018 14h47min
Foto: Marcos Filho Sandes
Araguaína conta com o único serviço de atenção psicossocial da Região Norte do Estado, com uma demanda que abrange mais de 20 municípios

O 2º Fórum de Saúde Mental de Araguaína será realizado nesta quarta-feira, 16, às 8 horas, no auditório do Centro Universitário ITPAC. O evento faz parte da programação da 16ª Semana de Luta Antimanicomial, organizada pela rede de atenção psicossocial.

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial é celebrado em 18 de maio e foi instituído para marcar as mobilizações em torno do fechamento de manicômios, a mudança do modelo de cuidado realizado junto aos pacientes. A implantação da Rede de Atenção Psicossocial tem sido fundamental na instauração de novas práticas de cuidado em liberdade e em um importante movimento de Reforma Psiquiátrica Brasileira, uma referência internacional.

2º Fórum de Saúde Mental
A abertura será com apresentações culturais, com o coral Canto Livre e uma peça teatral infantil do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) com o tema “Cuidar com Cuidado: sem paranoia”. Em seguida, haverá mesa redonda com o tema “Políticas públicas de Saúde Mental: avanços e retrocessos”.

Também durante a manhã, no Espaço Cultural ITPAC, haverá oficinas temáticas artesanais, com peças produzidas pelos assistidos dos CAPS.

À tarde, haverá mais apresentações culturais, com as peças teatrais “Da feirinha ao CAPS 3” e “Parodia Infantil”, seguidas de mais uma mesa redonda com o tema “Serviços de Saúde Mental: tecendo a rede”.

Dados locais
Araguaína conta com o único serviço de atenção psicossocial da Região Norte do Estado, com uma demanda que abrange mais de 20 municípios. Dos pacientes atendidos, 81% são residentes na cidade, os outros 19% são de outras cidades. De acordo com o coordenador da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Araguaína, Klaubher Feitosa, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS AD) conta com uma média de 520 usuários ativos.

Dentre os pacientes em tratamento, o maior índice de dependência é em álcool, com 35,7%. Outros 26,7% dos pacientes são dependentes de álcool e outras drogas. Maconha e outras drogas representam 24,5% do índice de dependência e a dependência exclusivamente em maconha representa 3,8% dos pacientes em tratamento.

Programação
14 de Maio (segunda-feira)
7 às 12 horas – Intervenções nas Unidades Básicas de Saúde (UBS);
7 às 11 horas e das 14 às 17 horas – Vivências nos CAPS
15 de Maio (terça-feira)
7 às 11 horas e das 14 às 17 horas – Vivência nos CAPS
16 de Maio (quarta-feira)
8 às 17 horas - 2º Fórum de Saúde Mental – Auditório do ITPAC;
17 de Maio (quinta-feira)
7 às 11 horas e das 14 às 17 horas – Oficinas de Campo no CAPS;
18 de Maio (sexta-feira)
8 horas às 11h30 – Manifestação Pública Dia Nacional de Luta Antimanicomial – Praça das Nações Dom Orione.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins