Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1264 ano 2017
Data:

Geral Cultura


4ª edição do Festival Bem Ali traz programação alternativa para este final de semana

Nessa edição, serão 11 atrações musicais para embalar a Capital, nos ritmos que vão do rock, ao eletrônico e passando pelo rap.

Por: Divulgação
14/11/2017 17h:38min Atualizada em 15/11/2017 13h:13min
Foto: Divulgação
Festival será no próximo dia 18

Ocorre nesse final de semana a 4ª edição do festival de música BEM ALI, que irá trazer para a capital Palmas, de forma inovadora, o que há de mais expressivo no cenário tocantinense e nacional, como as bandas paranaense Red Mess e O Lendário Chucrobillyman, além da presença do DJ goiano, Bruno Caveira, e da banda Indxxr, grande destaque do rap palmense. O BEM ALI tem data marcada para o dia 18 de novembro, a partir das 18 horas, no P1 Eventos, localizado na quadra 801 sul.

O Festival é idealizado pela produtora Árvore Seca, que surgiu no final do ano de 2015. Nessa edição, serão 11 atrações musicais para embalar a Capital, nos ritmos que vão do rock, ao eletrônico e passando pelo rap. Com oito horas de música, o público contará com uma praça de alimentação e ainda uma feira artesanal, com diversos produtos que estarão sendo expostos durante o evento.

Confira no final da reportagem a lista completa com as atrações.

Para os organizadores, a expectativa desse ano está alta, devido uma série de trabalhos frequentes que a produtora realizou ao longo do ano, buscando se aproximar ainda mais do público diverso. “Do último festival para cá, buscamos realizar trabalhos e eventos que nos aproximassem do público, estando nos bares da cidade com a nossa playlist de rock e com o nosso famoso drink “Shots das Trevas”, além de marcar presença aos domingos na Praça do Bosque, levando produtos do universo rock para a venda”, contou a produtora Karol Prado.

Após o sucesso da primeira edição, que ocorreu em dezembro de 2015, Karol informou que a organização percebeu um nicho que precisava ser explorado na cidade. “Na primeira edição, que foi de forma gratuita e feita com recursos do nosso próprio bolso, participaram do evento 500 pessoas e conseguimos vender tudo que colocamos a venda, obtendo até lucro, algo que não imaginávamos que iria ocorrer. Como fomos bem elogiados, fizemos uma reunião no dia seguinte e nos perguntamos: por que não continuar?

Gustavo Gondo, outro membro da organização, destacou que logo após a primeira edição, mais eventos foram realizados pelo Árvore Seca. “No ano seguinte, já fizemos em sequência o BEM ALI com o Grito Rock, Happy Stoner Hour e ainda outra edição BEM ALI, tudo isso em 2016. As coisas tomaram proporções maiores, começamos a trabalhar com gravação de áudio, de clipes, produção de banda, vestuário, começamos a fazer parcerias com as casas de eventos da cidade, e conseguimos um espaço na rádio UFT FM, o que tem nos ajudado bastante a aumentar o nosso alcance no cenário local”

A Produtora

A produtora Árvore Seca surgiu quando um grupo de amigos haviam recém formado uma banda, mas não conseguiam locais e eventos para se apresentarem, decidindo então criar o próprio evento. É o que conta o produtor Fábio de Carvalho. “Em 2015, nosso amigo Felipe Martins retornou de um intercambio do Ciências Sem Fronteiras e montou a banda Wizened Tree, juntamente com Douglas Vilela os irmãos Arthur e Davi Pery, todos membros da produtora.

Na época, Palmas estava passando por uma “seca cultural”, sem muitos eventos e shows musicais ocorrendo na cidade, relatou Fábio. “Nos reunimos e dissemos um para o outro: temos uma banda e queremos tocar, mas não temos onde, então vamos criar um evento! Vamos fazer um festival de rock!”. Foi assim que nasceu a ideia do BEM ALI.

Segundo Fábio, o trabalho da produtora não é nada fácil, “a gente gosta muito do que faz, mas é bem trabalhoso, por enquanto não tiramos dinheiro para nós, todo o recurso que entra é investido na produtora, seja em compras de materiais, seja na realização de eventos, mas sempre pensando no futuro.”

E os projetos não param por aqui, Fábio conta que o grupo almeja passos bem maiores para os próximos anos. “Queremos ser uma produtora de referência para a região, com o nosso próprio selo e gravadora, fazendo inclusive o lançamento de álbuns musicais, é esse o nosso projeto. Temos pretensões bem altas, de levar as bandas de Palmas para fora do estado, e trazer outros grupos de fora do país para Palmas, tornando a Capital um ponto de encontro e formação para o cenário cultural”.

O festival desse ano tem como principal parceiro a LampiON, agência de Marketing Digital, além da UFT FM, Pali Palam, Pub63, Rasta Skate Shop e Pinguim de Gravata com parceria nas vendas dos ingressos. Além desses locais, os ingressos também podem ser adquiridos online pelo site. Corra que o valor já está no segundo lote (R$30,00).

Abaixo segue o Line up completa do festival:

  • Red Mess (PR)
  • O Lendário Chucrobillyman (PR)
  • Wizened Tree vs Sister From Mars
  • DJ Bruno Caveira (GO)
  • Four de Reis (TO)
  • Atrox (TO)
  • O Mundo Imaginário (TO)
  • Indxxr (TO)
  • C1ro (TO)
  • Maddox (TO)
  • Omni (TO)

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins