Nº 1312 ano 2019
Data:

Polícia Em Araguaína


Agentes prisionais encontram escavação de túnel no Barra da Grota

Os plantonistas encontraram um buraco no centro do piso da cela C-109 medindo 60cm de diâmetro e outro na cela C-209 com 18cm de diâmetro.

Por: Divulgação
Publicada em: 06/03/2019 15h44min
Foto: Divulgação
Agentes também localizaram três facas artesanais e pedaços de ferro e concreto
No início da noite deste domingo, 03, durante procedimento de revista rotineiro à carceragem, a equipe de agentes prisionais plantonistas da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota (UTPBG), em Araguaína, localizou o início de escavações no piso de duas celas do Pavilhão C do estabelecimento penal.
De acordo com o diretor da UTPBG, Guilherme Martins Silva, a monitoração dos pavilhões ocorre diariamente e os agentes plantonistas ficam atentos a movimentação dos apenados e ações incomuns ao ambiente carcerário. “Os adentramentos e revistas são realizados todos os dias, mas os agentes entraram primeiramente nas celas C-209 e C-109 porque os reeducandos pediram o aumento do volume da rádio”, relatou. 
Os plantonistas encontraram um buraco no centro do piso da cela C-109 medindo 60cm de diâmetro e outro na cela C-209 com 18cm de diâmetro. Eles também localizaram três facas artesanais e pedaços de ferro e concreto. “Após o adentramento às celas e verificação do dano público, os apenados foram encaminhados para registro de ocorrência na Delegacia de Polícia e às celas ficaram isoladas para relatoria da perícia e posterior reparação”, explicou o diretor da unidade. 
Os reeducandos envolvidos no plano de fuga, alojados nas celas C-209 e C-109, foram identificados como Welley Hernandes do Carmo, Abedias de Sousa Chaves, Lucas Vinicius da Silva Costa, David da Silva Santos, Genilton Batista de Aguiar, João Marcelo Pereira Borja e Thiago Borges de Araújo. “Welley, João Marcelo e Thiago Borges são presos recapturados da última fuga ocorrida na UTPBG, em outubro do ano passado”, informou Guilherme. 
O superintendente do Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins (Sispen/TO), Orleanes de Sousa Alves, reitera que todos os servidores do Sispen trabalham diuturnamente para manter a segurança e a ordem das unidades prisionais, em parceria com as demais forças de segurança do Estado do Tocantins, como as Polícias Militar e Civil. “Estamos em operação constante de patrulhamento para evitar fugas e garantir sossego à população”, afirma. O patrulhamento no entorno das unidades prisionais do Tocantins está sendo reforçado pela Polícia Militar.

Comentários

Deixe um comentário