Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1267 ano 2017
Data:

Principal Crime contra ordem tributária


Carga de eletroeletrônicos é apreendida por suspeita de sonegação fiscal

A carga avaliada em R$ 300 mil reais, estava acondicionada em quatro carretas baú e estava sendo descarregada em um endereço, localizado, no Setor Industrial, próximo a saída para Porto Nacional. No entanto, o local onde a carga estava sendo deixada não correspondia ao endereço especificado nas notas fiscais dos produtos.

Por: Divulgação
01/12/2017 10h:39min Atualizada em 01/12/2017 10h:39min
Foto: Divulgação
Os produtos foram apreendidos e serão submetidos à perícia criminal e perícia fiscal.

Na tarde desta quinta-feira (30), uma ação da 4ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas, com apoio da Delegacia Especializada no Combate aos Crimes contra a ordem tributária, (DOT), em parceria com a Secretaria da Fazenda do Estado do Tocantins, resultou na apreensão de um carregamento de aparelhos de ar condicionados e microondas, pertencente a uma grande rede de comércio de produtos eletroeletrônicos, sediada em Palmas.

A carga avaliada em R$ 300 mil reais, estava acondicionada em quatro carretas baú e estava sendo descarregada em um endereço, localizado, no Setor Industrial, próximo a saída para Porto Nacional. No entanto, o local onde a carga estava sendo deixada não correspondia ao endereço especificado nas notas fiscais dos produtos.

A Polícia Civil, após efetuar levantamentos da prática de sonegação e indício de crime tributário, acionou a fiscalização da Secretaria da Fazenda, que por sua vez, compareceu ao local, sendo constatada a fraude.

Os envolvidos, além de incidirem em pesadas multas, poderão responder por crimes contra a ordem tributária, o qual está previsto na Lei 8.137 de 1990. Os suspeitos foram conduzidos a sede da 4ª Delegacia de Polícia Civil e, após serem ouvidos, responderão pelo eventual crime em liberdade.

Os produtos foram apreendidos e serão submetidos à perícia criminal e perícia fiscal. Para os delegados Guido Camilo Ribeiro e Gladys Cury, coordenadores da operação, a ação desencadeada, hoje, demonstra um novo paradigma envolvendo a fiscalização tributária criminal no Estado do Tocantins.

A ação foi supervisionada pelo delegado titular da Delegacia Especializada no Combate aos Crimes contra a ordem tributária, Marcelo Falcão.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins