Nº 1307 ano 2019
Data:

Principal No Corpo de Bombeiros


Comissão da OAB/TO entrega relatório ao MPE sobre supostas vítimas de assédio

O trabalho desta comissão especial será concluído após a entrega do relatório de acompanhamento do caso, no qual foram colhidas provas materiais e depoimentos de integrantes do Corpo de Bombeiros em diversas cidades do Estado que alegam ter sofrido assédio moral e sexual por parte de superiores na instituição.

Por: Divulgação
Publicada em: 12/04/2019 18h22min
Atualizada em: 15/04/2019 19h09min
Foto: Divulgação
O Ministério Público Estadual também acompanha o caso e tem a missão de seguir as investigações
A Comissão Especial de Acolhimento e Acompanhamento de Denúncias de Assédio Sexual e Moral da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Tocantins entregou na última quarta-feira, 10, ao Procurador Geral de Justiça do Tocantins, José Omar de Almeida Júnior, relatório de acompanhamento de denúncias de assédio moral e sexual por integrantes do Corpo de Bombeiros.
O trabalho desta comissão especial será concluído após a entrega do relatório de acompanhamento do caso, no qual foram colhidas provas materiais e depoimentos de integrantes do Corpo de Bombeiros em diversas cidades do Estado que alegam ter sofrido assédio moral e sexual por parte de superiores na instituição.
“A OAB é indispensável à administração da Justiça e na defesa do cidadão, esse é um trabalho em que a OAB dá resposta à sociedade de que nós estamos lá na defesa desse cidadão da sociedade de modo geral”, disse Delícia Feitosa, presidente da Comissão.
O Ministério Público Estadual também acompanha o caso e tem a missão de seguir as investigações, agora com o auxílio dos elementos sintetizados em relatório fruto do trabalho realizado pela OAB/TO.
“Isso fortalece os vínculos entre o Ministério Público e a OAB que são instituições parceiras e irmãs, que têm trabalhado com afinco e dedicação buscando a verdade real. Esse material que nos foi entregue hoje vai facilitar e ajudar que o Ministério Público possa cumprir o seu papel institucional e dar uma resposta a sociedade”, garantiu Almeida Júnior.
Também participaram da reunião os membros da Comissão Especial de Acolhimento e Acompanhamento de Denúncias de Assédio Sexual e Moral da OAB/TO Jandra Pereira de Paula, Advânia Tavares dos Santos, Cristian Sendie Sudbrack e Willian Farias Pimentel.

Comentários

Deixe um comentário