Nº 1298 ano 2018
Data:

Principal Luna


Defensoria Pública do Estado lança assistente virtual

A plataforma utilizada para esse atendimento é o Messenger, ou seja, o assistido passa a ter a opção de fazer contato com a Defensoria para reagendamentos por meio de mensagens privadas na rede social Facebook.

Por: Divulgação
Publicada em: 05/12/2018 14h31min
Atualizada em: 06/12/2018 15h38min
Foto: Divulgação
Com o número de atendimento, a pessoa assistida poderá enviar uma mensagem privada no Facebook da Defensoria (facebook.com/DefensoriaTO)

A pessoa assistida pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) deseja marcar um retorno para dar prosseguimento ao seu atendimento, mas não pode se deslocar até uma unidade da Defensoria apenas para fazer esse reagendamento. Para viabilizar casos como esse, bem como modernizar e ampliar a qualidade do atendimento, a DPE-TO e as pessoas assistidas passam a contar, a partir desta quarta-feira, 5, com a Luna, a assistente virtual da Instituição que atenderá 24 horas por dia, sete dias por semana.

Com a assistente virtual Luna, a proposta é promover o contato com assistidos também pela internet. A plataforma utilizada para esse atendimento é o Messenger, ou seja, o assistido passa a ter a opção de fazer contato com a Defensoria para reagendamentos por meio de mensagens privadas na rede social Facebook. 

De acordo com o defensor público-geral no Tocantins, Murilo da Costa Machado, a assistente virtual é mais um recurso utilizado na Defensoria para aproximar a Instituição de seus assistidos: “A assistente virtual Luna vem para conectar a Defensoria às pessoas assistidas em todo o Estado do Tocantins. Vai gerar economia para o cidadão, que não precisará se deslocar apenas para reagendar um atendimento, e vai gerar mais eficiência na gestão. É uma prática inovadora que estamos implantando como modernização e, sobretudo, para o benefício do assistido”, destacou.

Coordenador da implantação da Luna em todas as unidades da Defensoria no Estado, o defensor público Leonardo Coelho considera que a assistente virtual insere a DPE-TO na era da inteligência artificial, permitindo à Instituição oferecer mais comodidade às pessoas assistidas e mais rapidez e eficiência no serviço público prestado. “Oferecemos ao hipossuficiente mais esse meio de acesso aos nossos serviços. Com isso, diminuímos também as filas e o tempo de espera para o atendimento. O nosso serviço de Tecnologia da Informação continuará aperfeiçoando e desenvolvendo novas ferramentas para que cada vez o nosso sistema de atendimento seja inovador, tecnológico e referência no Brasil”, avaliou.

Como vai funcionar

Após o primeiro atendimento na Defensoria, que deve ser presencial, a pessoa assistida vai receber o número do atendimento. Esse número é importante porque será necessário para a identificação do assistido pela assistente virtual.

O número do atendimento será disponibilizado para o assistido a partir desta quarta-feira, 5, portanto, pessoas que já são assistidas pela DPE que tenham interesse em utilizar os serviços da assistente virtual devem solicitar esse número antes de iniciarem o contato online com a Luna.

Com o número de atendimento, a pessoa assistida poderá enviar uma mensagem privada no Facebook da Defensoria (facebook.com/DefensoriaTO).  Ao informarem esse número, assim como o número no Cadastro de Pessoa Física (CPF), o assistido ou a assistida poderão ser atendidos via Messenger.

As informações prestadas por meio de conversa no Messenger são extraídas do programa Solução Avançada Em Atendimento de Referência (Solar), que é base informatizada para todos os serviços prestados pela Defensoria no Tocantins. 

É importante que o assistido saiba que a Luna realizará, inicialmente, marcação de retornos no atendimento. Outras funcionalidades serão adicionadas por meio de atualizações.

Luna
A assistente virtual da Defensoria Pública do Tocantins, ou apenas Luna, é um chatbot (um tipo de software que trabalha dentro de um aplicativo de mensagens) que tem como objetivo facilitar o contato da pessoa assistida com a Defensoria, oferecendo serviços como consulta de informações, reagendamentos e notificações relacionadas a atendimentos realizados.

"A Luna faz parte dos esforços da Diretoria de Tecnologia da Informação [TI]  em trazer inovações de ponta para a Defensoria Pública com o objetivo de facilitar a vida do assistido, levando a ele mais comodidade, agilidade e praticidade, e para a instituição, mais eficiência e economia de recursos humanos e financeiros.", disse o diretor de TI da DPE-TO, Luiz Philipe Azevedo Dias.

O conceito aplicado à Luna é o de ser simples, prático e acessível por meio de uma ferramenta já conhecida por muitos assistidos, que são as mensagens privadas no Facebook. O atendimento é gratuito e disponível para todas as pessoas assistidas pela Defensoria.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins