Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1255 ano 2017
Data:

Geral Homicídio


Duda se entrega para a polícia e segue preso em Porto Nacional

Duda e suspeito de ser o mandante do homicídio que vitimou Wenceslau Leobas, crime ocorrido no dia 28 de janeiro de 2017, em Porto Nacional.

Por: Divulgação
08/08/2017 9h:11min Atualizada em 15/08/2017 14h:02min
Foto: Divulgação
Duda também é suspeito de ser o mandante do homicídio de José Marcos de Lima, autor dos disparos contra Wenceslau e que foi morto dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas.

No final da manhã da segunda-feira, 7, a Polícia Civil, por intermédio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Palmas, efetuou a prisão de Eduardo Augusto Rodrigues Pereira, também conhecido como “Duda”. Ele é suspeito de ser o mandante do homicídio que vitimou Wenceslau Leobas, crime ocorrido no dia 28 de janeiro de 2017, em Porto Nacional e foi preso, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva quando se apresentou na sede da DHPP, em Palmas.

Conforme apontaram às investigações da Polícia Civil do Tocantins, Duda também é suspeito de ser o mandante do homicídio de José Marcos de Lima, autor dos disparos contra Wenceslau e que foi morto dentro da Casa de Prisão Provisória de Palmas, no dia 3 de março de 2017,supostamente a mando de Eduardo.

Após o cumprimento da ordem judicial, policiais civis da Divisão de Homicídios e também do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), encaminharam o suspeito até o IML de Palmas, para a realização de exame de corpo de delito. Em seguida, os policiais do GOTE e da DHPP, conduziram o suspeito até o fórum da Comarca de Porto Nacional para que o mesmo participasse da audiência de custódia com o juiz responsável pelo caso.

Após a audiência, os policiais civis encaminharam Eduardo Pereira até a Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde o homem permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins