Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1261 ano 2017
Data:

Política Entrevista


Governador afirma que crescem os investimentos nos serviços públicos

Nesta entrevista exclusiva ao jornal Primeira Página, o governador Marcelo Miranda apresenta um Tocantins mais promissor, com a atuação pontual da gestão e os resultados aparecendo. Obras, serviços, entregas e uma gestão focada em planejamento longamente discutido em reunião na quinta-feira, dia 25, onde o governador e sua equipe debateram por 15 horas. Conversa franca, muitos projetos em andamento e uma vontade imensurável de fazer dar certo, de alavancar o desenvolvimento do Tocantins que, mesmo em um cenário de crise nacional, tem crescido e se consolidado como um Estado que tem potencial agrícola e boa logística, que investe em educação, em saúde pública e é destaque também na geração de empregos.

Por: Redação
29/05/2017 18h:31min Atualizada em 21/06/2017 20h:14min
Governador Marcelo Miranda: "mesmo com a crise, temos conseguido avançar"

Primeira Página: Governador, quem acompanha o seu dia a dia na gestão do Estado observou que o senhor tem priorizado o contato com as pessoas, tem participado de muitos eventos e entregas. Sair do gabinete é uma decisão estratégica?
Marcelo Miranda: A marca do nosso Governo sempre foram as pessoas. Nós trabalhamos por elas, para garantir qualidade de vida, segurança, saúde, educação, emprego. Este ano visitamos várias regiões do Tocantins para a entrega de benefícios de infraestrutura, saúde e educação, cisternas, entre tantos outros, e a entrega de obras vai continuar. Temos rodovias e escolas sendo reformadas e construídas com recursos do PDRIS (Programa de Desenvolvimento Regional e Integrado e Sustentável), inauguramos um novo andar no HGP e estamos em obras para ampliar ainda mais, tem outras da saúde em Araguaína, no Bico do Papagaio, há centenas de casas populares em construção. Teremos muitas boas notícias esse ano.

Primeira Página: Estamos acompanhando os desafios que o governo tem enfrentado na área da saúde. O que tem sido feito para melhorar o atendimento à população?
Marcelo Miranda: Fazer é nossa obrigação, fazer bem feito é a nossa meta e por isso estamos trabalhando muito na saúde. Eu me permito dizer que estamos começando a colher bons frutos, mas o trabalho é permanente. Para isso, temos feito esforços direcionados, como, por exemplo, investimentos da receita líquida para a área. O Tocantins destinou 22% para a saúde, enquanto que a maioria dos estados brasileiros destina apenas 12%, que é o percentual obrigatório. Isso mostra nossa preocupação e zelo com a saúde pública e nos coloca entre as dez melhores gestões de saúde do país, segundo informações do ministro da saúde
Ricardo Barros.

Primeira Página: Quais foram as principais ações na área de saúde em 2017 no Estado?
Marcelo Miranda: Iniciamos o ano implantando o Integra SUS, e com ele temos o monitoramento em tempo real o atendimento aos pacientes, a situação das vagas de leitos e UTIs em todo o país, para facilitar a remoção de pacientes que necessitam de atendimento em outros estados. Na região norte, estamos trabalhando na radioterapia de Araguaína, bem como na construção de mais 10 novos leitos de UTIs pediátricas. Também estamos ampliando e reformando o Hospital Regional de Augustinópolis, com a instalação da primeira UTI da cidade. Com muita satisfação acabamos com a tenda do HGP; realizamos o primeiro implante de marcapasso em um bebê no Hospital e Maternidade Dona Regina. Em toda a região norte do país, somos o único estado que tem um Centro de Atenção Psicossocial para a Infância e Adolescência. Temos em funcionamento quatro Centros de Reabilitação que atendem pessoas com limitações físicas e intelectuais. Inauguramos também um espaço humanizado e adaptado para atender crianças em situação de violência. Assinamos a doação do terreno para a implantação do Hospital do Câncer e temos promovido ações conjuntas para a arrecadação financeira em prol da construção da obra.

Primeira Página: O fim da tenda no Hospital Geral de Palmas foi o início de uma série de mudanças no maior hospital público do Estado. O que tem sido feito para melhorar o atendimento?
Marcelo Miranda: Graças a muito empenho conseguimos finalmente desativar a tenda no HGP, alocando os pacientes em 96 novos leitos. Além disso, realizamos no hospital um Mutirão de Cirurgias Eletivas, atendendo dezenas de pacientes que aguardavam procedimentos cirúrgicos. Cuidamos do estoque regulador e temos hoje 80% da demanda de insumos e medicamentos no maior hospital público do Tocantins, e em quase todos os hospitais do Estado. E, em uma decisão mais radical, porém precisa, estamos travando uma verdadeira batalha com os laboratórios para que eles cumpram seu papel de fornecer medicamentos aos pacientes, em especial, os que se encontram com câncer, com o fornecimento já assegurado pela justiça.

Primeira Página: E a segurança pública, quais medidas o seu governo tem tomado?
Marcelo Miranda: Fizemos o reforço do aparato das polícias Militar e Civil, com a entrega de viaturas, equipamentos e armamento. Reformamos unidades, capacitamos quase 5 mil policiais em atividades especializadas, formamos também mais de 40 mil estudantes por meio do Proerd, o Programa Educacional de Resistência às Drogas. Também valorizamos os profissionais, regularizando as promoções da PM e efetivando a tabela de progressões.
Homologamos o concurso da Polícia Civil e da Defesa Social. Convocamos servidores aprovados e estamos trabalhando na nomeação dos demais de forma responsável, com garantia de orçamento para o pagamento da folha. É meta, também neste ano, abrir o edital do concurso da Polícia Militar.

Primeira Página: Mesmo com toda a dificuldade enfrentada, o senhor diz que o Tocantins teve avanço. O que se tem de ações planejadas para o ano?
Marcelo Miranda: Temos trabalhado diuturnamente e com toda a crise econômica que o país atravessa, temos tido sido avanços e acreditamos que 2017 será um ano importante para o nosso Tocantins. Estamos recuperando cerca de 1.144 quilômetros de rodovias, beneficiando todas as regiões de norte a sul do Tocantins. Neste ano, já entregamos vários trechos beneficiando a população do norte ao Bico do Papagaio e no sudeste do Estado até a divisa com Goiás. Também temos tido uma dedicação mais pontual à educação com a implantação de 12 escolas em tempo integral em Araguaína, Arraias, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Miracema do Tocantins, Tocantinópolis e na capital, Palmas. Além disso, mais seis escolas estão sendo reformadas e ampliadas por meio do Programa Estrada do Conhecimento. A nossa meta, para 2017, é de muita superação. Sessenta e quatro escolas estão passando por reformas e ampliação. Destinamos mais de R$ 43 milhões para as 30 unidades da Apaes, que atendem mais de 2 mil estudantes. Vamos reformar também muitas quadras poliesportivas. Tem também a Caravana da Juventude percorrendo os municípios.

Primeira Página: Acabamos de encerrar mais uma edição da Agrotins. Os objetivos dela foram
alcançados?
Marcelo Miranda: A Agrotins é uma feira que sempre nos surpreende com boas notícias e com a prospecção de negócios realizados. Eu sempre digo que é um evento em que todos ganham. O governo ganha com o permanente investimento em tecnologia agropecuária, que faz com que a nossa produção seja sempre melhorada. O expositor ganha fazendo negócios, movimentando sua empresa e comercializando seus produtos. Batemos este ano o recorde de negócios e de público.
Em pleno momento econômico e político do país, tivemos a alegria de ter mais R$ 650 milhões em negócios. É um número muito expressivo e que nos dá a certeza de que estamos no caminho certo, o de proporcionar tecnologia aos produtores.
Além disso, este ano tivemos uma presença efetiva de jovens e estudantes visitando a feira, participando das palestras, cursos e ações. Eu fico muito feliz em ver esse pessoal engajado e participativo.

Primeira Página: Acompanhamos sempre o senhor destacando a participação do Tocantins nos Fóruns de Governadores. O que isso significa para o nosso Estado?
Marcelo Miranda: O Tocantins participa de dois grandes Fóruns: o da Amazônia Legal e o do Brasil Central. Em nossa última reunião com os governadores que fazem parte da região norte, foi assinado um protocolo de intenções para a criação do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal com discussões e projetos na área de segurança, meio ambiente e comunicação pública. Neste fórum, temos nos destacado na questão da redução do desmatamento, favorecendo o clima no mundo; em questões que envolvem a proteção e a garantia dos direitos das nossas crianças e adolescentes. Agora, no último ano, o tema Segurança Pública também passou para o patamar das nossas prioridades. Já o Fórum Brasil Central, caracteriza-se pela iniciativa dos estados em se fortalecer por meio de um consórcio, de forma a provocar o desenvolvimento de projetos e ações conjuntas. Em todos os fóruns de governadores, discutimos as nossas realidades. Estamos em busca de investimentos, de apoio do Governo Federal, para soluções dos problemas comuns. Em junho, sediaremos a próxima etapa do Fórum de Governadores do Brasil Central. Aqui, na nossa casa, planejamos debater nossos temas conjuntos e viabilizar soluções e projetos em prol da comunidade, contribuindo com o desenvolvimento da nossa região e do nosso país.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins