Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1264 ano 2017
Data:

Geral Miracema


Hospital Regional passa por reforma e melhora atendimento a pacientes graves

Além de um novo espaço para tratamento, a unidade recebeu melhorias em toda a área do pronto socorro, permitindo um atendimento mais adequado aos pacientes.

Por: Divulgação
28/08/2017 14h:40min Atualizada em 19/09/2017 9h:15min
Foto: Nielcem Fernandes
Sala de estabilização vai melhorar atendimento a pacientes críticos

A população de Miracema e cidades circunvizinhas contam agora com um hospital regional mais completo para assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Na sexta-feira, 25, o governador Marcelo Miranda esteve na cidade, quando entregou reformas no Hospital Regional de Miracema (HRM). 

Neste novo espaço, pacientes graves receberão um atendimento mais adequado e, depois de estabilizados, serão encaminhados para tratamento em hospital de maior complexidade, caso seja necessário.

Entre as melhorias realizadas estão ainda um dispensário de medicamentos, uma de sala atendimento e uma sala de estabilização. Além disso, mais adequações e melhorias também foram feitas em outros ambientes do hospital, como na sala de repouso dos profissionais.

Na ocasião, o governador Marcelo Miranda destacou o avanço da Saúde no Tocantins. “Estamos dando condições para que os pacientes que procuram esse hospital confiem nos profissionais que atuam aqui. Estou satisfeito e acredito que a saúde está avançando bem, sob o comando do secretário Marcos Musafir. Saúde é tudo na vida de qualquer cidadão. Estamos no caminho certo, mostrando a realidade com muita transparência”, disse.

O secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, comentou a importância da sala e o ganho para a unidade. “Essa sala aqui em Miracema traz segurança ao paciente e à população. Aqui é um lugar onde se ressuscita um paciente e se trata uma parada cardíaca, por exemplo. É um espaço onde um paciente grave fica estabilizado e oferece as condições mais seguras para ele ser operado ou transferido para outra unidade. Com esse novo espaço vamos conseguir evitar várias transferências para outros hospitais”, disse o secretário.

Dispensário
Com a implantação do dispensário de medicamentos, que é o setor onde é distribuída a medicação. Em consonância com várias determinações da Vigilância Sanitária, a unidade passou a fazer melhor controle da distribuição para uso em pacientes. O medicamento agora é liberado direto para a equipe de enfermagem, sem a necessidade de requisição.

Sala de estabilização
Com a implantação da sala de estabilização houve um melhoramento do fluxo de entrada de pacientes graves. No local, são atendidos pacientes com classificação de risco vermelha.

De Lajeado, a universitária Samara Sabrina Silva Batista também precisou levar ao hospital seu filho de 2 anos, após uma reação alérgica, e conta que teve todo o atendimento necessário. “Eu gostei do atendimento rápido. Teve um pediatra para avaliar e colocou meu filho em observação. Ele tomou medicamento, ficou internado e recebemos todo suporte”.

A sala de estabilização é a estrutura que funciona como local de assistência temporária e qualificada para estabilização de pacientes críticos/graves, para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

O ambiente contém duas macas, um respirador mecânico, um aspirador, um desfibrilador, um carro de emergência, um equipamento para eletrocardiograma e dois monitores multiparâmetro.

Fotos: Nielcem Fernandes

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins