Nº 1286 ano 2018
Data:

Política Governo estadual


Investimentos na segurança pública do TO

Somente no ano de 2017, o Governo criou oito novas delegacias especializadas em todo o Estado. Novas viaturas, além de armas e munições foram distribuídas pelo interior do estado

Por: Divulgação
Atualizada em: 12/03/2018 15h14min
Foto: Divulgação
Investimentos estão sendo feitos em todas regiões do estado

Ao contrário do que ocorre em vários estados brasileiros, no Tocantins, a área da Segurança Pública vem recebendo cada vez mais investimentos do Governo estadual e sendo fortalecida com a nomeação de servidores, aquisição de novos equipamentos, investimentos em inteligência, capacitação dos agentes e policiais, construção e reforma de delegacias e destacamentos militares, além da ampliação de vagas e projetos de reinserção social dos detentos no sistema prisional.

Somente no ano de 2017, o Governo criou oito novas delegacias especializadas em todo o Estado. Na Capital, foram criadas as delegacias de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) e de Repressão aos Crimes de Maior Potencial Contra a Administração Pública (Dracma).

No norte do Estado, a cidade de Araguaína passou a contar com a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e as delegacias especializadas na Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) e em Infrações de Menor Potencial Ofensivo (Deimpo). Já na região sul do Estado, foram implantadas, em Gurupi, as delegacias de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Especializada na Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA).

No segundo semestre de 2017, o Governo entregou, à população de Palmas, novas instalações de oito delegacias de Polícia Civil, entre elas a 5ª Delegacia de Polícia Civil, em Taquaralto, em prédio que funciona a Central de Atendimento da Polícia Civil de Palmas – região sul; a sede do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote); da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic); do Complexo II de Delegacias Especializadas, abrigando seis outras delegacias, da 6ª Delegacia de Polícia Civil (Taquaruçu); da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Palmas e da Delegacia de Repressão a Conflitos Agrários (Derca).

No interior do Tocantins, foram entregues as novas sedes da Delegacia de Polícia Civil de Miranorte, Araguaína, Conceição do Tocantins, Dianópolis, Barrolândia e Porto Nacional, com modernas instalações, dotadas de mobília e equipamentos de qualidade, para o conforto de servidores e cidadãos e maior eficiência na realização das atividades-fim da Polícia Civil.

Nesta sexta-feira, 09 de março, foi entregue mais um complexo de Delegacias de Polícia, desta vez em Gurupi. O prédio, totalmente novo, representa o maior complexo de delegacias de Polícia Civil de todo o Estado, com 1.000 m² de área, onde funcionarão 11 unidades policiais, dentre delegacias especializadas, circunscricionais e central de atendimento 24h. No Complexo, a população tem a sua disposição os serviços policiais prestados pela Delegacia Regional de Policia Civil de Gurupi (3ª DRPC), 1ª, 2ª, 3ª e 4ª Delegacias de Polícia Civil, Delegacias Especializadas da Criança e do Adolescente (DECA), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), Especializadas em Investigações Criminais (DEIC) e em Atendimento à Mulher (DEAM), assim como Central de Atendimento (plantão).

 Além disso, o Governo convocou 334 aprovados no concurso público da Polícia Civil, ampliando assim o quadro de servidores da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e aumentando o poder de investigação e de resolução de crimes em todo o Tocantins.

Ações que promovem segurança e humanização do Sistema Penitenciário

Dentro do sistema da Segurança Pública, o Governo vem investindo também na melhoria e na humanização do Sistema Penitenciário do Tocantins. Com isso, no ano passado, o governador Marcelo Miranda nomeou 820 aprovados no concurso da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), sendo 24 para os cargos de Analista em Defesa Social e 796 Técnicos em Defesa Social.

O governador Marcelo Miranda entregou também novos veículos, armamentos, munições, uniformes e carteiras funcionais para o Sistema Penitenciário Prisional do Tocantins. As armas e as munições resultam de doações pela Força de Segurança Nacional, e os veículos (furgões-cela) fruto de convênio com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ambos vinculados ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Buscando reduzir o excedente populacional nas unidades prisionais, o Governo planeja a abertura de mais de 1.200 vagas com reformas de ampliação e construção de novos presídios. A exemplo disso, no último dia 22 de fevereiro, o governador Marcelo Miranda autorizou a construção de um novo pavilhão na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), a reforma e a ampliação do Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã, de Cariri, no sul do Estado, e inaugurou simbolicamente a rede coletora e a estação elevatória de esgoto da CPPP.

Na ocasião, o governador entregou 20 caminhonetes-celas a Seciju, que serão utilizadas nas unidades prisionais do Estado e uma Brinquedoteca e Sala de Incentivo à Amamentação para a unidade prisional feminina de Pedro Afonso.
Os 20 veículos serão distribuídos para as unidades prisionais de Augustinópolis, Barrolândia, Colinas do Tocantins, Guaraí, Miracema, Natividade, Palmeirópolis, Taguatinga, Talismã, Tocantinópolis, Pedro Afonso, Casa de Prisão Provisória de Araguaína, Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins e Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional.

O Governo tem investido também na humanização do sistema prisional e na ressocialização dos detentos por meio de projetos sociais desenvolvidos em parcerias com órgãos do Poder Judiciário e membros da iniciativa privada, como a entrega de equipamentos necessários para montar oito fábricas de concreto e três de panificação em onze unidades prisionais do Estado.
 

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins