Clique aqui e leia a versão digital
Nº 1267 ano 2017
Data:

Política Legislativo Municipal


Júnior Geo celebra andamento do concurso da Câmara de Palmas

A cobrança para a realização do concurso é feita desde o início do primeiro mandato do parlamentar que não deixou de insistir com a presidência da Casa para que o mesmo ocorresse.

Por: Divulgação
06/12/2017 17h:18min Atualizada em 06/12/2017 17h:18min
Foto: Divulgação
O vereador fez parte da Comissão Especial do Concurso, criada em 2016.

A Câmara Municipal de Palmas anunciou na terça-feira (5), durante sessão ordinária, a contratação da empresa que será responsável pelo concurso público da Casa. Para a realização do certame foi escolhida a Comissão Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Segundo o presidente da Câmara, José do Lago Folha Filho (PSD), a assinatura do contrato com a empresa será rnesta quinta-feira (07).

Desde 2013, início de seu primeiro mandato, o vereador professor Júnior Geo (PROS) lutou para que a realização do concurso ocorresse da melhor forma. “Foi com muita luta que conseguimos fazer com que uma empresa de credibilidade ficasse responsável pelo certame. Estamos com a expectativa de que haja uma grande procura, de que tenhamos êxito nesse processo sem maior problema, com toda lisura e transparência possível”, afirmou Geo.

Professor há 18 anos no mundo dos concursos e concursado, Júnior Geo fez parte da Comissão Especial do Concurso, criada em 2016, com a finalidade de realizar estudos que possibilitassem a execução do certame o quanto antes. “Fiz parte da comissão de análise dos cargos e remuneração e contribuí com os estudos para que dessem andamento ao concurso”, reforçou o vereador.

“Até o presente momento ocorreu apenas um concurso da Câmara Municipal que foi em 1995. Estamos agora com o segundo concurso previsto para que ocorra no primeiro semestre de 2018. Espero que os concurseiros de plantão possam se dedicar ainda mais, vir com afinco e alcançar sucesso nesse processo seletivo”, enfatizou.

O concurso oferecerá 46 vagas ao todo, sendo duas para cadastro reserva e duas para pessoas com deficiência, respeitando os limites impostos pela legislação. Para o professor Júnior Geo, a importância da presença de pessoas concursadas no serviço público contribui para a isonomia e moralidade, beneficiando a população, principalmente quando se trata de um meio político.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins