Nº 1295 ano 2018
Data:

Geral


Situação de estradas e pontes dificulta entrada nas terras do povo Krahô

Com a incidência de chuvas no Tocantins, lamaçal e buracos impedem que veículos levem mantimentos e medicações.

Por: Redação
Publicada em: 12/04/2018 11h44min
Atualizada em: 16/04/2018 14h26min
Foto: Renato Krahô/ Facebook

Os indígenas da etnia Krahô passam por apuros em consequência das condições das estradas e pontes que dão acesso às suas aldeias. Com a incidência de chuvas neste período em todo o Tocantins, lamaçal e buracos impedem que veículos levem mantimentos, medicações, entre outros, aos mais de três mil moradores localizados nas imediações de Itacajá e Goiatins.

De acordo com o indígena Roberto Krahô, uma das pontes com problemas liga três aldeias -Água Branca, Pé de Coco e Cachoeira. “O aterro da cabeceira da ponte está cortado e não passa carro nenhum.  As estradas nem se fala, pois também estão péssimas, afetando aí outras aldeias também”, informou ao Primeira Página.

Ponte Alagada

Por cerca de uma semana, muitos dos indígenas Krahô tiveram que enfrentar a água que cobria uma das principais pontes de acesso às suas terras. Crianças e adultos carregavam mantimentos, botijão de gás, entre outros, nos ombros. Ontem a água deu uma trégua e baixou de nível, no entanto, levando em conta as próximas chuvas, a situação deve regredir e até piorar.

Prefeito Pede Apoio

O prefeito de Goiatins, Antônio Luiz, busca por apoio do Governo do Estado no atendimento aos indígenas e população da cidade. “Gostaria que o Governo do Estado, Defesa Civil e Funai sensibilizassem com a situação de calamidade pública que assola o município de Goiatins hoje com transporte escolar todo comprometido em virtude das fortes chuvas que estão caindo na região”, disse ao Primeira Página.

Segundo o gestor, “o que se faz pela manhã é destruído à tarde pelas fortes chuvas. Como se recupera estradas nessas condições? Tem que haver compreensão, pois não temos como controlar as chuvas. Queremos uma posição de socorro”, completou.

O Primeira Página já solicitou e aguarda nota da Funai.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins