Nº 1283 ano 2018
Data:

Estado Coco babaçu


Universidades ajudam na produção de produtos

Acordo de Colaboração Técnica entre a Seden, CEULP/ULBRA e a Universidade Federal do Tocantins será para o fortalecimento do Arranjo Produtivo Local.

Por: Divulgação
Atualizada em 21/05/2018 15h:32min
Foto: Divulgação
O coco babaçu pode ser utilizado como alimento para humanos e ração animal

Foram assinados na quinta-feira (10), no Espaço Empresarial da  Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2018), o Acordo de Colaboração Técnica entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden),  com  o Centro Universitário  Luterano de Palmas  (CEULP/ULBRA) e a Universidade Federal do Tocantins (UFT) para o fortalecimento do Arranjo Produtivo Local (APL) do coco Babaçu da Região do Bico do Papagaio.

Pelo acordo,  o CEULP/ ULBRA realizará a elaboração do plano de marketing dos produtos derivados das diversas partes do coco babaçu. A partir desse plano, a idéia é que a instituição desenvolva uma estratégia de acesso a novos mercados com uma identidade visual dos produtos, que contemplem toda parte de material promocional.

Na ocaisão, também foi celebrado um acordo de colaboração técnica com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) para desenvolvimento  estudos e pesquisas para explorar as potencialides do uso e aplicação do coco babaçu e seus derivados. 

De acordo com o gerente de Arranjos Produtivos da Seden, Marcandes Martins, as conjuções de esforços das instituições envolvidas vai possibilitar a melhoria do processo de produção de novos produtos e valorizaçao da atividade no Estado.

O coco babaçu pode ser utilizado como alimento para consumo humano, ração animal, cosméticos, fármacos, produção de biocombustível e bioenergia, entre outros.

Durante o evento foi apresentado ainda  a sugestão da nova identidade visual do óleo de coco babaçu que será utiliza nos produtos para comercialização.

Para o presidente da Cooperativa Multifuncional de Economia Solidária do Tocantins (COME-SOL) Carleon Silva, a parceria entre as instituições vai garantir a melhora de conhecimentos, da produção, rotulagem, documentação, além da organização da atividade dos cooperados.

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins